Agosto 2015 – Lesões não epiteliais do pâncreas

Data de realização: 03/08/2015

Lesões não epiteliais do pâncreas

Endoscopista Dr. João Batista Campos alerta associados da SOBED-MG e residentes sobre a importância da análise minuciosa das alterações pancreáticas

“Elas pertencem a um grupo minoritário, mas não é por isso que são menos relevantes”. Esta foi a afirmação feita pelo cirurgião geral, diretor técnico da Endoscopia Clínica e Cirúrgica de BH, Dr. João Batista Campos, ao se referir ás lesões não epiteliais do pâncreas, tema da Reunião Científica do mês de agosto da SOBED-MG. Segundo o palestrante, o assunto foi levado ao encontro mensal da Sociedade para fazer com que os colegas pensem em lesões que não se restrinjam apenas ao adenocarcinoma do pâncreas, um tumor canceroso que é originado nas células que revestem o canal pancreático. “Precisamos abrir o leque de análise e estar atento a qualquer alteração. Uma lesão de menor ocorrência nunca pode ser descartada; o diagnóstico deve ser detalhado e preciso”, ressaltou.

Para o médico, é fundamental que os endoscopistas se dediquem a um estudo cada vez mais profundo do tema, principalmente nos casos relacionados à ecoendoscopia, exame que associa a endoscopia digestiva convencional com a ultrassonografia em um único equipamento com o qual é possível avaliar as camadas mais profundas do tubo digestivo. De acordo com o especialista, o diagnóstico das lesões císticas pancreáticas pelos métodos de imagem, especialmente as de pequeno tamanho, é cada vez mais frequente e avanços na área ainda são indispensáveis. “Precisamos de uma evolução urgente dos nossos patologistas para melhorar a qualidade dos nossos diagnósticos”, enfatizou.

Na visão do palestrante, o futuro da pancreatologia em Minas Gerias é promissor, entretanto, o caminho para se chegar ao topo é longo, visto que a medicina está em constante evolução, com o surgimento métodos cada vez mais inovadores que demandam tempo de estudo e análise.  “O destino da pancreatologia em Minas Gerais vai ser o mesmo da endoscopia e da gastroenterologia; o sucesso”, afirmou.

Telefone para informações: (31) 3247-1632
Local do evento: Associação Médica de Minas Gerais
Site do evento: clique aqui