Tumor de Células Granulares (Tumor de Abrikossoff) no reto

Artigo por Dra. Nicoly Eudes em 05/12/2016

Residente: Dra. Nicoly Eudes

Hospital: Hospital das Clínicas da UFMG

Preceptor: Dr. Amaury Teixeira Xavier

CASO:

Paciente CNA, sexo feminino, 36 anos, submetida à colonoscopia no dia 17/12/2015 devido a episódios de hematoquezia. Foi observado, no reto distal, lesão elevada, arredondada, coberta por mucosa semelhante à adjacente, medindo cerca de 8 mm. Realizada ecoendoscopia em 24/05/2016 que evidenciou lesão hipoecogênica, proveniente da muscular da mucosa e da submucosa, sugestiva de tumor neuroendócrino. No dia 31/10/2016 realizada ressecção da lesão com alça diatérmica e encaminhada peça cirúrgica para estudo anatomopatológico.

Microscopia revelou lesão submucosa, caracterizada pela proliferação de células poliédricas com citoplasma eosinofílico granular e núcleos redondos/monomórficos, formando ninhos, compatível com Tumor de Abrikossoff. Margens cirúrgicas encontravam-se livres.

Clique aqui para fazer download do caso.