GIST ou leiomioma?

Artigo por Dra.Juliana de Sá Moraes em 20/10/2015

Residente: Dra.Juliana de Sá Moraes

Hospital: Madre Teresa

Orientador: Walton Albuquerque

Preceptores: Roberto Motta, Ricardo Castejon, Renata Figueiredo, Rodrigo Albuquerque

CASO

Caso : DSM, 44 anos, feminino, com diagnóstico de lesão subepitelial de 20mm em cárdia com ecoendoscopia mostrando tratar-se de lesão arredondada, hipoecóica, homogênea em muscular própria. Realizada punção da lesão por ecoendoscopia com resultado da biópsia indicando leiomioma e imunohistoquímica concluiu GIST. Optado pela ressecção endoscópica em que o anatomopatológico da peça questionou GIST ou leiomioma e a imunoshistoquímica definiu tratar-se de um leiomima.

Clique aqui para fazer download do caso.