Carcinóide Gástrico

Artigo por Dra.Juliana de Sá Moraes em 01/02/2016

Residente: Dra.Juliana de Sá Moraes

Hospital: Madre Teresa

Orientador: Walton Albuquerque

Preceptores: Roberto Motta, Ricardo Castejon, Renata Figueiredo, Rodrigo Albuquerque

CASO

P.F.D, ♀, 35 a, advogada. Iniciou quadro agudo de dispepsia, náuseas e vômitos. Negava doenças crônicas e uso atual de medicações. Há 3 anos apresentando sintomas depressivos, letargia, astenia importante e episódios de amnésia. Tratamento com psiquiatra sem êxito com piora dos sintomas nos últimos 6 meses. História familiar: mãe e irmã portadoras de hipotireoidismo. Submetida a EDA que evidenciou alguns pólipos sugestivo de tumor carcinóide pela biópsia e confirmado pela imunohistoquímica tratar-se de uma neoplasia neuroendócrina NET-G1. Na suspeita de anemia perniciosa realizado exame laboratoriais com anticorpos anti-FI e anti-célula parietal ambos positivos, além de anemia macrocítica com deficiência severa de vitamina B12 (<30) e hipergastrinemia (536). Realizado tratamento clínico com reposição de vitamina B12 por via intramuscular. Após melhora do quadro clínico optado pelo tratamento endoscópico pela técnica de mucosectomia de dois carcinoides gástricos entre 5-10mm. EDA após 1 ano identificados microcarcinóides que serão acompanhados por vigilância endoscópica. Clique aqui para fazer download do caso.