Tratamento endoscópico de fístula pós-gastrectomia vertical (Sleeve)
Artigo por Dra. Michelle S. Garcia em 03/06/2019

 Autor: Dra.  Michelle S. Garcia

Preceptores: Dr. Rodrigo Albuquerque Carreiro

Hospital: Instituto Biocor 

CASO:

•Fístulas após cirurgia bariátrica está associado a alta morbimortalidade e permanece um desafio interdisciplinar.
 
•Reoperaçãoé geralmente mal sucedida por causa dos tecidos inflamatórios circundantes e bordas isquêmicas. 
 
•Infelizmente, o sucesso dos Stentsmetálicos auto-expansíveis(SEMS) é variável e está relacionado à morbidade e mortalidade significativas, principalmente devido a náuseas, vômitos, salivação, desconforto retroesternal e migração. 
 
•A prótese pigtailem fístulas de gastrectomia pós-sleeve, é eficaz, melhor tolerado, exigindo menos procedimentos por paciente, e com menor tempo de cicatrização do que o SEMS coberto. (Pequignotet al. )
 
•O pigtailage como um corpo estranho na cavidade, promovendo sua reepitelização, ao mesmo tempo drenagem da coleção infectada, como demonstrado também no exame endoscópico para tratamento de pseudocistospancreáticos. 
Clique aqui para fazer download do caso.
Av. João Pinheiro, 161 - Centro - CEP: 30.130-180 / Belo Horizonte / Tel: (31) 3247-1600